Os Primeiros Passos da Internet Sensorial

Postado por Flávio Coutinho - 26 de março de 2014 - Internet - Nenhum Comentário

Definitivamente a forma de nos relacionarmos irá mudar ainda mais.

os-primeiros-passos-da-internet-sensorial-

Temos hoje um avanço nos meios de comunicação, é bem fácil enviar uma mensagem seja ela escrita ou de áudio para um contato sem sequer precisar de créditos para isso, desde que haja conexão com a internet. Um professor de computação pervasiva, chamado Adrian Cheok, da London City University e também diretor do Mixed Reality Lab da Universidade Nacional de Singapura está prestes a mudar isso. Ele está desenvolvendo uma série de aparelhos cuja função é a de transmitir gostos, cheiros e texturas via web. Imagine a seguinte situação: um casal de namorados separados pela distância conversa via rede social e ambos pegam um pequeno aparelho e o conectam aos seus smartphones. De um lado, um deles pega uma base de silicone e começa a usar os lábios para mexer essa mesma base pressionando a língua contra um pino e o outro, do outro lado, se sente beijado. A intenção de Adrian é que essa seja uma realidade possível em breve.

A Participação do Google com o Nose

O Google lançou há pouco tempo a primeira versão de seu novo serviço, o Google Nose, apostando também no rumo sensorial da internet. Com ele a experiência na web vai além de digitar, sendo possível também tocar e falar. São mais de 15 terabytes de fragrâncias selecionados por especialistas, o que fará da ferramenta seu sommelier na Internet.

 

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *