Transtornos Psiquiátricos

Postado por Flávio Coutinho - 28 de agosto de 2013 - Doenças - Nenhum Comentário

Os chamados Transtornos Psiquiátricos ou transtornos mentais são transtornos considerados psiquiátricos ou ainda psíquicos sendo assim chamados as condições de anormalidade, sofrimento ou ainda o comprometimento parcial ou total de ordem psicológica do organismo, sejam elas mentais ou ainda cognitivas.

transtornos-psiquiatricos-8

De forma geral, um transtorno poderá representar até mesmo um significativo impacto na vida dos pacientes graves, provocando assim uma série de sintomas como um desconforto emocional, além de distúrbios de conduta bem como o enfraquecimento da memória. Além disto podemos citar dentre diversos fatores que são causadores deste tipo de problema, a genética e a química cerebral, que são problemas hormonais ou ainda a utilização de substâncias tóxicas que poderão afetar o cérebro, bem como um estilo de vida que é tido como o principal desencadeador de vários tipos de transtornos existentes ou ainda doenças mentais, podendo desencadear ainda outras várias doenças para o corpo, podendo produzir assim uma série de sintomas considerados somáticos. As doenças ou ainda transtornos mentais poderão vir a ser tratados através de uma série de medicamentos ou ainda de várias formas de psicoterapia.

transtornos-psiquiatricos-2

Os diagnósticos deverão envolver ainda o exame do estado mental considerado confrontado com todo o seu histórico clínico se utilizando também de testes psicológicos, além de exames neurológicos de imagem bem como a realização de outros tipos diferenciados de exames físicos.

Confira a seguir alguns dos principais transtornos mentais considerados de dependência ou não.

.

Como transtornos psiquiátricos mais frequentes e comuns, podemos citar uma série deles, mas falaremos um pouco mais sobre os principais tipos de problemas.

O Estresse

transtornos-psiquiatricos-

Quem é que nunca ficou um pouco estressado em algum momento, não é verdade? Mas esse pouco poderá se transformar em algo muito maior. Como sintomas podemos encontrar o aumento de pressão e do colesterol, além de problemas como a arteriosclerose, derrames, infartos, diabetes, problemas gástricos e de úlceras, intestino preso, gases e diarreia, acne, falta de memória, diminuição de interesse sexual, astenia, além do aumento ou a diminuição do sono ou falta de energia.

A Síndrome do Pânico

transtornos-psiquiatricos-4

A síndrome de pânico não é considerada uma doença clínica mas sim uma reação do organismo a algum tipo de stress tanto considerado atual como passado. Como sintomas podemos contar com uma taquicardia, a sudorese, a falta de ar, os tremores, a fraqueza nas pernas, ondas tanto de frio como calor, tonturas, sensação de um ambiente estranho, de desmaios, de que irá enlouquecer, ou ainda engasgar com alimentos, crises de suor ou frio intenso, pensamentos que não saem de forma alguma da cabeça, pensamentos de doenças graves, mesmo que com exames negativos poderão vir ou ainda de que poderia fazer mal para si mesmo ou a outras pessoas, medo de tudo, medo até mesmo de sentir medo novamente.

Sintomas de Depressão

transtornos-psiquiatricos-1

Com isto temos a tristeza, a falta de interesse, o pessimismo, a apatia, a indecisão, o negativismo, além do aumento ou da diminuição de sono, o emagrecimento ou ainda a obesidade, uma grande dificuldade para concentração ou de ficar feliz, além da diminuição da alegria de viver, energia, preguiça e falta de vontade para realizar atividades do seu dia a dia.

Os Distúrbios Obsessivos Compulsivos

transtornos-psiquiatricos-18

Isto deverá incluir jogos, realizar em excesso sexo, compra, gastos sempre excessivos, pequenos furtos, e ainda a sensação de que o seu corpo está deformado. A pessoa ainda deverá ficar escrava dos próprios pensamentos, e ainda da repetição de atos pois sabem que eles não fazem sentido algum, mas não se conseguem os evitar. O tratamento deverá acontecer de forma bastante longa com um sistema voltado para a medicação e ainda a psicoterapia.

A Anorexia Nervosa

transtornos-psiquiatricos-11

É muito mais frequente em meninas adolescentes, mas pode acontecer em alguns casos mais pontuais em homens adultos e mulheres adultas. A pessoa começa a emagrecer muito e faz excessos de exercícios físicos achando que está sempre acima do peso. As mulheres param de menstruar e em casos mais graves existe um considerável enfraquecimento de cabelos, unhas e ainda o paciente poderá até mesmo chegar a óbito com este problema que se torna algo crônico.

A Bulimia

transtornos-psiquiatricos-19

Poderá também ser uma doença independente ou ainda fazer parte da Anorexia nervosa. O que consiste em ingerir grandes quantidades de alimento, e provocar depois disto vômito ou mesmo diarreias. O paciente poderá com este problema também chegar a óbito por distúrbios hidroeletrolíticos sem que apresente um emagrecimento, o que poderá tornar a doença ainda mais grave e de difícil diagnóstico do que a anorexia. Em ambos os casos o paciente não percebe que está com este tipo de problema, e quem sempre acaba observando este tipo de situação são os familiares e também os amigos.

A Hiperatividade e o Déficit de Atenção

transtornos-psiquiatricos-20

É uma doença que acontece no início da infância e poderá ou não se permanecer na sua idade adulta. Ela é mais diagnosticada nas idades escolares, quando a criança parece até mesmo não escutar o que lhe dizem, quando se pega distraída facilmente e ainda não completa os seus deveres de casa. Ela conta com uma caligrafia lenta e difícil de compreender, é bastante desorganizada, perde seus objetos, deixa cair as coisas de suas mãos, e não consegue ficar sentado na sala, sendo sempre interrompido por seu professor. É possível se ter com este problema sérias dificuldades tanto na escola, como no trabalho assim como no convívio social.

Síndrome de Munchausen

transtornos-psiquiatricos-15

Esta também é uma síndrome bastante comum, enquanto que os hipocondríacos começam a ver doença onde não tem, quem sofre deste tipo de Síndrome cria doenças que não existem, e com isto a pessoa começa a criar empatia e receber tratamentos bem como cuidados médicos, além disto quem sofre deste tipo de transtorno acaba simulando as causas ou ainda causa uma série de sintomas. Em uma variação do transtorno mais rara o alvo é considerado um terceiro, e o agressor deverá induzir ou ainda até mesmo simular uma enfermidade na vítima e em seguida deverá apresentar o doente para um atendimento médico específico, negando assim qualquer tipo de conhecimento sobre o seu real problema.

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *