Autismo tem Cura

Postado por Flávio Coutinho - 30 de agosto de 2013 - Doenças - Nenhum Comentário

autismo-tem-cura-1

Recentemente, um estudo realizado no Instituto de Tecnologia da Califórnia revelou resultados positivos numa experiência bem interessante: certos camundongos que se isolavam socialmente e tinham comportamentos repetitivos, sintomas típicos de autismo, foram infectados com bactérias da espécie Bacteróides fragilis a partir de alimentos que comeram. Isso formou uma colônia no sistema digestivo deles, que curiosamente, tiveram o comportamento alterado, tornando-se mais calmos e sociáveis. A possível explicação para isso, segundo os cientistas é que a B. Fragilis produza substâncias neuroativas que ajam no cérebro ou suprima a ação de outras bactérias nocivas a ele. O resultado foi bom em camundongos e já pode significar um começo para que os sintomas do autismo sejam aliviados também em humanos.

Falando nisso, há pouco tempo caiu na web também a invenção de um casaco que simulava abraços quando crianças autistas sentiam algum tipo de desconforto e começavam a ficar agitadas e o resultado não podia ser melhor: elas iam se acalmando instantaneamente. Tudo funcionava a partir de um aplicativo que era acionado pelos pais e então fazia com que bóias internas no casaco se inflassem, simulando a sensação do abraço.

 

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *