Artesanato com Bambu

Postado por Flávio Coutinho - 9 de outubro de 2013 - Decoração - Nenhum Comentário

como-plantar-bambu-4

O bambu da forma como conhecemos é uma planta bastante interessante que oferece uma boa praticidade durante toda a produção dos móveis, bem como dos artigos para presentes, brinquedos, fazendo parte dos artigos esotéricos, de cortinas, treliças, cercas, entre vários outros tipos de processos. E por este motivo cada vez vem sendo mais popular entre os arquitetos, bem como decoradores e designers a utilização do bambu aqui no Brasil, apesar disto em artesanato o bambu é pouco difundido para o nosso país. Muitas pessoas acham lindo os trabalhos feitos com bambu, além de serem bastante resistentes, inclusive é possível se ter na varanda da casa conjuntos de bambu como cadeiras, mesas entre outros.

Algumas Curiosidades Sobre o Bambu

como-plantar-bambu-10

Os brotos de bambu são bastante apreciados pelos asiáticos, principalmente por chineses, japoneses e indianos. Eles até mesmo fazem uma parte de variedades incríveis de pratos considerados tradicionais, tanto fritos como assados, fervidos e secos. Os comércios e ainda a produção de brotos em todas as formas nada mais é do que uma fonte de riqueza. Para se ter ideia anualmente a China exporta em torno de mais de 90 mil toneladas de brotos. E o Japão também costuma importar toneladas de brotos de bambu comestíveis para fazer processos de diversas formas. Na nossa atual medicina já se sabem os grandes nutrientes que é encontrado nos brotos de bambu, como por exemplo proteína vegetal, fibras, aminoácidos, cálcio, fósforo, vitaminas B1, B2 e C. Aqui no Brasil por exemplo é indicado na medicina popular chá de folhas de bambu contra a tosse.

O Artesanato com o Bambu

artesanato-com-bambu-1

Vem sendo cada vez mais difundido no Brasil os artesanatos com bambu, um dos mais utilizados é a chamada vela mossô, esta que fica com um visual incrível, e pode ser vendida por preços bem baratinhos. Confira a seguir como fazer uma vela com esta técnica. Que tal se aprender a fazer a vela com uma das soluções interessantes de matéria prima sustentável e de forma ecologicamente correta? A vela com bambu mossô é uma ótima alternativa, apesar disto é importante se ter cuidado já que a areia que é utilizada na proteção serve para que o bambu não pegue fogo.

Como Materiais Você irá Precisar de:

  • 1 serrote
  • 1 retífica (ou furadeira comum)
  • 1 broca para madeira de 3mm
  • trena
  • areia
  • parafina granulada
  • pavil
  • bambu mossô

Se quiser poderá trocar o bambu mossô pelo bambu cana da índia que é um pouco mais barato. E procure decorar com um barbante no final.

Veja o Passo a Passo da Criação

como-plantar-bambu-

  • Procure em um primeiro momento medir em torno de 10 cm do bambu Mossô e corte com o serrote.
  • Com uma retílica procure fazer anéis na parte interna do seu bambu, ou ainda na parte de cima e outro na parte de baixo. Com a furadeira basta apenas ir girando a broca para que possa formar um anel, este que irá servir para segurar a parafina dentro do bambu sem vazar.
  • Em seguida procure derreter a parafina em fogo médio, e despeje todos os conteúdos dentro do bambu até a marca do anel na sua parte de baixo, e com isto deixe a mistura secar.
  • Procure realizar este processo com uma pia de mármore ou ainda forre a mesa com couro sintético.
  • Assim que a parafina estiver totalmente seca, procure jogar areia até a metade do bambu e bata para que a areia se assente.
  • Coloque então o pavio no centro e complete utilizando o restante do bambu com mais parafina.

Dicas para a Criação

artesanato-com-bambu-4

Se você quiser é possível fazer velas aromáticas com esta técnica, o resultado é incrível e fica ainda com aquele cheirinho especial. Outra alternativa bem interessante é fazer desenhos no lado de fora do bambu com a furadeira, assim quando acender a vela irá refletir o desenho, gerando um efeito bem interessante e diferente.

Como Trabalhar Artesanalmente com o Bambu

artesanato-com-bambu-2

De acordo com especialistas um bom requisito para começar a produzir é ter habilidade com as mãos e ainda muita imaginação para fazer uma infinidade de objetos, dependendo da tecnologia e também de todas as ferramentas que são utilizadas é claro. Quem conta com a matéria prima disponível, tem vantagens interessantes e maiores, onde o lucro na criação do artesanato poderá chegar a mais de 100%. Para começar a criar não é preciso de um espaço grande, mas é bom que este espaço seja arejado devido a poeira. Para tratar os bambus, como materiais necessários é interessante utilizar ceras de poda, facão, furadeira, maçaricos, facas, verniz, materiais para amarração e ainda muita criatividade. Na hora de trabalhar com o material é interessante se seguir alguns passos. Primeiramente procure colher o bambu na época correta, esta que vai de maio a agosto, sempre durante os períodos de passagem da lua minguante para a lua nova.

  • Trate as varas com maçarico e limpe com óleo diesel as mesmas posteriormente.
  • Em seguida monte as peças utilizando ferramentas apropriadas.
  • Uma boa alternativa é se fazer todos os acabamentos e junções, procurando também envernizar as peças.

A técnica exige do usuário cuidados e atenção, estes que poderão ser adquiridos com uma boa prática. Algumas das partes do bambu poderão ser utilizadas e outras não, como por exemplo os locais próximos dos nós não podem ser utilizados. E no caso de móveis o tipo de bambu que é mais utilizado é o cana da índia.

Os Cuidados para Trabalhar com o Bambu

como-plantar-bambu-13

Para quem não tem habilidade com as mãos e admira os objetos criados com bambu, existe uma dica importante que deve ser levada em consideração. É importante se ter todo o cuidado com a umidade e com o sol, é importante sempre deixar os materiais envernizados. O bambu é considerado como uma grande tendência de interiores, seja através da utilização de móveis ou em outras situações. É importante se verificar toda a procedência e a garantia da loja para comprar objetos de qualidade, no caso de móveis principalmente, o que é legal da tendência é saber misturar.

 

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *