O que fez Marilyn Monroe ser Tão Especial?

Postado por Flávio Coutinho - 12 de junho de 2014 - Famosos - Nenhum Comentário

o-que-faz-de-marilyn-monroe-tao-especial-5

Marilyn Monroe, o símbolo sexual dos anos 50, de madeixas loiras platinadas e onduladas batom vermelho nos lábios, refinadas, luxuosa, sempre muito bem arrumada e perfumada, provavelmente acordava com os cabelos perfeitamente penteados, com uma voz doce e personalidade pautada na alegria e, acima de tudo, muito sensual. Ela já cantou Happy birthday to you… com uma voz doce para o então presidente dos Estados Unidos e amante John Kennedy. Ela se tornou, então, um dos maiores ícones dos últimos tempos (ou de todos os tempos), virou símbolo sexual, obra de arte, referência na moda e continua influenciando as gerações que estão nascendo.

A Vida Antes de se Tornar Hollywoodiana

o-que-faz-de-marilyn-monroe-tao-especial-10

Marilyn Monroe nasceu em Los Angeles, no primeiro dia do mês de junho de 1926 e foi batizada como Norma Jeane Mortenson, mas não nasceu diva, aliás os anos iniciais de sua vida nada se pareciam com os cenários paradisíacos dos filmes que anos mais tarde iria estrelar. O sobrenome Morteson foi herdado do padrasto, que somente a registrou, mas Norma Jeane nunca conheceu o pai biológico. Enquanto era Norma Jeane, a vida não foi de diva. Abandonada pela mãe e deixada sob os cuidados de uma babá, Norma Jeane sofria maus tratos e recebeu as primeiras “cintadas” aos três anos de idade, da própria babá.

Ao perceber os maus tratos que a neta sofria, a avó materna acabou por resgatá-la das mãos da babá, mas os sofrimentos não acabaram, já que a avó de Norma Jeane tinha problemas mentais e chegou a tentar estrangular a menina com as mãos, tomada por um surto. A menina se defendeu o máximo que pôde, mas foi trancada em um armário e quase morreu asfixiada. A avó foi internada em um manicômio e lá teve uma morte trágica. Com o acontecimento, Norma Jeane voltou aos cuidados da mãe e ambas se mudaram para as proximidades de Hollywood, sem saber que anos mais tarde a menina ganharia a vida na maior indústria de filmes dos Estados Unidos.  Contudo, nesta época, ainda, a menina estava longe da vida de sonhos e sua mãe começou a demonstrar sinais de problemas psiquiátricos, assim como a avó, e foi internada. Foi então que a menina passou a viver de casa em casa com casais que se disponibilizaram a cuidar dela, até certo dia, na ausência dos pais adotivos, foi explorada sexualmente pelo dono da casa onde moravam. Ao contar para os pais adotivos, a acusação recaiu sobre ela mesma, que foi morar em um orfanato.

A Origem de Tanto Sucesso

o-que-faz-de-marilyn-monroe-tao-especial-4

Certamente, o sucesso da atriz não foi ocasionado por seu passado trágico, aliás, muitos que a viam nas telonas com o seu belo sorriso jamais podiam que a atriz teria passado por tantos reveses na vida. Seu ar majestoso e sua sensualidade escondiam um passado de tristeza e lamentações.  Na verdade, a carreira começou como um acidente, assim como acontece com muitas meninas até os dias atuais. Norma foi vista por um fotógrafo, Davis Conover, enquanto ele tirava fotos de algumas mulheres para a revista Yank. Conover se encantou com sua intimidade com as câmeras e a incentivou a investir na carreira de modelo, enviando fotos da sua mais nova modelo para alguns trabalhos. O fotógrafo acreditou ter encontrado a modelo de seus sonhos, tamanho era a qualidade de seu trabalho enquanto fotografava Norma Jeane. Aos poucos foi ganhando pequenos papeis no cinema americano, papeis que a cada trabalho realizado iam sendo de maior destaque.

Seu talento para a comédia e sua desenvoltura frente às câmeras com certeza eram motivos suficientes para a garantia do seu sucesso, contudo ele foi ainda mais estrondoso devido à sua beleza. Norma Jeane tornou-se Marilyn Monroe (Marilyn por ser um nome sofisticado na época e Monroe por ser o nome de sua avó materna) por ser muito diferenciada das atrizes da época, principalmente no que se referia aos pudores. Sua sensualidade era evidente em qualquer papel que se propusesse a realizar, suas curvas chamavam a atenção. Marilyn também era uma atriz muito polêmica, fato que acaba gerando uma grande identificação e simpatia com o público de hoje, principalmente o público feminino. Para as mulheres atuais, as atitudes ousadas de Marilyn em uma época em que havia uma repressão muito dura em cima da figura da mulher, eram atitudes que ajudaram a conquistar e construir um status de liberdade jamais imaginado naquela época.  O que ajudou a sustentar sua fama polêmica foi o caso que sustentou durante anos com John Kennedy, um caso que começou antes mesmo de Kennedy se tornar presidente dos Estados Unidos e continuou até depois do casamento da diva com Arthur Miller e a entrada de Kennedy na Casa Branca.

A Diva não Envelheceu

o-que-faz-de-marilyn-monroe-tao-especial-2

Outro fato que levou Marilyn a perpetuar seu status de diva foi a sua morte prematura. Uma morte misteriosa que aconteceu no dia 5 de agosto de 1962, ou seja, aos 36 anos de idade, antes mesmo de contrair as primeiras rugas, Marilyn teve a sua carreira encerrada. Ao seu público restou a imagem de mulher perfeita, ao contrário do que aconteceu com outras divas hollywoodianas, que envelheceram na frente das câmeras. Sua imagem foi eternizada como uma beleza sem igual, um humor inabalável, um corpo escultural, enfim uma imagem que qualquer mulher adoraria ter eternamente.

 

 

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *