Em Busca da Terra do Nunca

Postado por Flávio Coutinho - 25 de dezembro de 2014 - Cultura - Nenhum Comentário

em-busca-da-terra-do-nunca-1

A Terra do Nunca foi citada pela primeira vez como “Never Never Land” na peça de teatro Peter Pan, or The Boy Who Wouldn’t Grow Up, em uma peça que surgiu antes dos livros pela primeira vez no ano de 1904. Foi criada então a novelização no ano de 1911 de Peter and Wendy, onde o escritor se refere a “The Neverland”, e também de suas muitas variações como por exemplo The Neverlands. Em todos os primeiros rascunhos de história de Barrie a ilha foi citada como “A Ilha do Nunca, Nunca, Nunca de Peter Pan”, tudo isto por causa de um distrito da Austrália. Foi então quando o filme foi feito que a ilha foi derscrita como a “Terra do Nunca, Nunca”. Com isto em toda esta publicação foi abreviada para a Terra do Nunca, e curiosamente Michael Jackson teria se inspirado nisso para denominar o seu rancho de Terra no que chamamos de Neverland. Foi então que Peter Pan acabou guiando Wendy e ainda seus dois irmãos para a Terra do nunca ao voar, isto a segunda entrela á direita e então direto até o amanhecer. Todo o romance procura deixar explícito que ele teria criado todas as direções na hora devido a uma viagem considerada intuitiva. Como personagens da Terra do Nunca temos Peter Pan, os Meninos Perdidos, uma banda de índios, sereias, Capitão Gancho e sua tripulação de piratas e o crocodilo Tic Tac que comeu a mão do capitão. Peter é o personagem considerado como mais importante da Terra do Nunca e ainda a atividade do reino depende exclusivamente de toda a sua presença e também de sua ausência.

Em Busca da Terra do Nunca

Para quem tem interesse em conhecer a história de um dos maiores e mais famosos escritores de todos os tempos. Esta é uma boa pedida, um file protagonizado por Johnny Depp e Kate Winslet conta a história do bem sucedido autor de peças de teatro, J.M. Barrie este que apesar de toda a sua fama enfrenta problemas que são problemas sérios com o seu trabalho que não foi muitas vezes bem recebido pelo público.

 

 

 

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *