Barquinho à vapor

Postado por Flávio Coutinho - 22 de novembro de 2012 - Arte, Artesanato - Nenhum Comentário
Barco Vapor

Barco Vapor

Material Necessário

  1. Latinha de alumínio em perfeito estado;
  2. Pedaço de isopor de bandeja de frios;
  3. Dois canudinhos com as pontas flexionáveis;
  4. Velinhas de aniversário;
  5. Araldite (Cola Epoxi);
  6. Pistola de Cola Quente;
  7. Ferramentas:
  8. Caneta de escrever em CD;
  9. Estilete;
  10. Fita Crepe;
  11. Isqueiro;
  12. Pedaço de tábua;
  13. Régua de madeira;
  14. Tesoura.

Mãos a Obra!

Barco Vapor

Barco Vapor

Comece cortando a parte superior da lata, aquela onde você abre para sair o líquido, comece com o estilete e prossiga com a tesoura. Depois de ter arrancado aquele tampão, faça um corte na vertical até a extremidade do tampão inferior, ao chegar perto dele, faça uma curva e continue cortando, dessa vez na horizontal. O objetivo é extrair aquela placa de alumínio do corpo da lata, para isso é necessário realizar estes cortes para extrair os dois tampões. Caso seja necessário, acerta a plaquinha com a tesoura;

Depois, dobre essa folha/placa de alumínio deixando um pequeno espaço na extremidade de uma folhinha e outra e coloque uma fita crepe prensando o encontro das bordas. Já no outro lado não há como dobrar somente com as mãos, por isso, pegue o pedaço de madeira, coloque por cima dessa dobra e dê uma prensada, bem forte, para que fique bem achatada.

Agora será necessário que você imprima o molde contido nesse endereço (http://www.sciencetoymaker.org/boat/images/enginePatternJan09.PDF). Depois de ter imprimido, você verá que se trata de alguns moldes, sendo que dois são de uma espécie de “estrada” onde está gravado “BOILER PATTERN” recorte um deles e cole com auxílio de três dobras de fita crepe em cima do alumínio, bem no meio. Agora você irá recortar o alumínio da lata seguindo a latinha de fora, preservando a pontilhada, guarde as extremidades que irão sobrar para o final da experiência, elas serão úteis. Recorte também os excessos de papel.

Agora é hora de dobrar esse filete de alumínio que temos com auxílio da tábua de madeira, é necessário que você cole o filete na madeira deixando apenas a linha tracejada para fora, pois você irá dobrá-la na madeira, faça isso com um lado de cada vez e certifique-se de que dobrou bem em cima da linha pontilhada. Depois de ter dobrado, descole o filete da tábua de madeira e com o auxílio de um cartão, dobre ainda mais essas bordinhas para dentro. Agora você já pode tirar esse papel com linhas que usamos como molde e para finalizar o acabamento das bordinhas que estão dobradas para dentro, bata em cima do filete com o pedaço de madeira.

Em uma das extremidades, que ficou um pouquinho aberta, coloque três canudos, começando sempre pelo meio, os dois primeiros ficarão um em cada extremidade, mas o terceiro ficará um pouco sobressalente, formando uma parte curva em cima, isso é importante. Agora, coloque três pedacinhos de fita embaixo do alumínio e o cole num pedaço de papelão com a superfície das dobras voltadas para cima.

O próximo passo é preparar um pouco de cola (araldite), são duas colas diferentes que quando misturadas se endurecem. Passe ela nas extremidades daquelas partes das dobrinhas, é bom que ela entre mesmo nas partes mais apertadinhas, para isso use aquele pedaço de alumínio que sobrou no começo, cuide para não deixar escapar nenhum lado (ar) das placas de alumínio, pois essa é uma parte muito importante da construção do mesmo. Enquanto a cola seca, com auxílio de uma régua, marque 4 centímetros a partir daquela dobra (flexão) do canudinho e recorte o que sobrar.

Araldite

Araldite

Agora, prepare mais um pouquinho da cola epóxi (araldite) pra colar os canudinhos definitivamente no alumínio. Passe a cola a partir da parte menor que fica depois da flexão e deixe um pequeno espaço de quase um dedinho, para que a cola não escape para as dobras. Feito isso, você já pode colocar os canudinhos novamente dentro da placa de alumínio, mas dessa vez só dois deles, dispondo-os de maneira regular como se fosse um escapamento e passando a cola epóxi em todos as aberturas, certificando-se de que irá vedar bem. Deixe secando em algum lugar, de preferência entre o vão e a extremidade da fita crepe por aproximadamente 10 minutos, na horizontal. Em seguida, coloque  o futuro barquinho dentro de um copo com água e assopre bem forte, se sair alguma bolhinha de ar, significa que você precisa tampar esse vazamento com mais cola.

Quando o alumínio para de vazar você irá precisar fazer um apoio para definir os ângulos que você irá colocar os canudinhos, para isso existe um padrão que está naquele mesma folha que foi impressa no inicio, ela se assemelha com uma asa delta aberta. Para isso recorte ela dali de qualquer jeito e faça uma dobra com fita crepe embaixo dele, de preferência num ponto em que não pegue as linhas. Agora pegue essa mesma estrutura e cole em cima de uma folha de cartolina ou qualquer outra que seja um pouco mais dura que uma folha de sulfite. Agora sim, recorte contornando o padrão. Feito isso, dobre tudo pra dentro e cole com fita crepe.

Depois disso, pegue o alumínio com os canudinhos e encaixe direitinho na parte inferior da estrutura, que se parece com um “v”. Deixe bem simétrico e cole com fita crepe temporariamente. O próximo passo é colar a dobra dos canudinhos com cola quente.

Enquanto a cola endurece, faça o molde do barquinho imprimindo-o, ele está nesse endereço (http://www.sciencetoymaker.org/boat/images/foamPatternJan08.PDF). Depois de impresso, recorte ambas estruturas de um jeito tosco, colocando pedaços de fita crepe embaixo e cole um deles em cima do isopor de frios, recortando o contorno com tesoura e fazendo um furo no quadradinho usando um estilete.

Nesse meio tempo a colar já deve ter endurecido, retire a fita crepe da estrutura de alumínio e recorte mais uma vez o canudinho, medindo 10 centímetros a partir da dobra do canudinho.

Placa

Placa

Agora é hora de preparar o apoio das velinhas. Pegue um pedaço de alumínio daquele que sobrou no começo e dobre-o no sentido contrário da dobra natural dele “quebrando-o” para que ele fique retinho e na ponta do alumínio recorte um pouco dum lado e um pouquinho do outro, mas conserve o meio. Vire essa ponta para cima e dobre suas extremidades.

Os passos que seguem necessitam de acompanhamento visual, no vídeo abaixo todos os passos acima serão mostrados em riqueza de detalhes, o que facilitará e muito se você não entendeu algum deles.

http://www.youtube.com/watch?v=QHcXqpYGJ8M&feature=player_embedded

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *